Sistemas de isolamento térmico

1.Concreto celular espumoso

Concreto celular espumoso é um concreto leve que resulta da pega de um composto de aglomerantes, sem agregados, com massa unitária seca inferior a 1850,00 kg/m³.
Esta mistura sofre tratamento mecânico e físico, após ter sido adicionada espuma pré-formada, levando para a massa alta porcentagem de poros esféricos de dimensões regulares e milimétricas, uniformemente distribuídos, que permanecem estáveis, incomunicáveis e indeformáveis durante todo o processo.

Características físico-mecânicas:

Retração:
Os valores típicos de retração do concreto celular espumoso chegam a valores da ordem 0,35% para o concreto celular proposto (massa específica: 500,00 kg/m³)

Absorção:
A absorção de água é devida à tendência ao equilíbrio higroscópico entre o material e o fluido circulante. No concreto celular, o sistema capilar comumente encontrado nos concretos encontra-se intercortado por pequenas, numerosas e regulares bolhas de ar que não se comunicam entre si. Deste modo a absorção de água por capilaridade ocorre somente em pequenas quantidades na superfície do material. A absorção de água em um concreto celular de massa específica de 500,00 kg/m³ após 90 dias é de 7%.

Transmissão de calor
A distribuição uniforme de células de ar na massa do concreto celular promove uma incomunicabilidade da estrutura interna da massa de ar acrescido do ar ser um condutor pobre, especialmente quando em estado de repouso, e confere ao concreto celular notáveis características de isolamento térmico.

 
Coeficiente de condutibilidade térmica (k) em função da massa específica (?)

2.    Poliestireno extrudado

Placas de espuma rígida de poliestireno multicelular extrudada, tem excelentes resistência à absorção de água e resistência mecânica. Pelo fato de não absorver água, mantém suas propriedades isolantes por muito tempo. A placa rígida de  polistileno é fabricado por processo contínuo de extrusão que lhe atribui uma estrutura celular fechada diferente da estrutura de poliestireno expandido, composto de pérolas permeáveis aglutinadas por fusão, que apresentam, ainda, capilaridade entre as mesmas, favorecendo assim a entrada de umidade.

    

Deixe um comentário